Assinatura RSS

Arquivo da categoria: Festival PE Nova Música

PE Nova Música Entrevista – DJ 440

Publicado em

Juniani Marzani é pesquisador musical, produtor cultural e mais conhecido como DJ 440. Como já comentamos aqui no blog, ele será uma das atrações da 3ª edição do PE Nova Música Apresenta nesta sexta-feira, dia 28, no Mercado Eufrásio Barbosa. Juniani é uma das figuras mais atuantes no cenário pernambucano, em seu currículo é possível encontrar de participação em prévias de carnaval à trilhas musicais de eventos de moda, além disso, sua parceria com a Red Bull lhe rendeu duas coletâneas, “Brasil do Futuro” (2009) e “Camisa 10” (2010). Hoje, dia 25 de outubro, o DJ 440 se apresenta na Fábrica Bar, em Olinda, na reestreia do projeto Terça do Vinil (aqui você encontra mais detalhes).

O Brasil não é respeitado em diversos aspectos pelo mundo, mas na música não conheço um gringo que não respeite o som da gente. Dos ignorantes aos mais graduados em música.

O que te motivou a atuar como dj e produtor musical?

O amor pela música desde menino foi o principal agente influenciador.  Cresci rodeado de bons LPs e fitas cassete… Além disso, acho que a pessoa é para o que nasce, eu tinha que trabalhar com isso, não teve jeito. Já trabalhei com um monte de coisa na vida, mas nada me dá mais prazer que a música.

Quais as características essenciais de uma música que faz parte da sua mixagem?

A música brasileira é a base do meu trabalho. O Brasil não conhece a música do Brasil e, como nas minhas pesquisas tive o prazer de conhecer um pouco mais a fundo nossa música, sou tão apaixonado por ela. Creio que as pessoas percebem essa paixão e a qualidade de uma música que é do seu país, mas não fazem ideia que existia e curtem. Eu também gosto muito de música latina, a cumbia é um estilo que eu adoro e acho que é um ritmo que tem um pouco do calor do Brasil. É uma safadeza massa!

Na sua opinião, o que diferencia a música brasileira das demais?

A simplicidade e a criatividade. O Brasil não é respeitado em diversos aspectos pelo mundo, mas na música não conheço um gringo que não respeite o som da gente. Dos ignorantes aos mais graduados em música.

Já pensou quais músicas ou artistas estarão presentes no seu setlist dia 28 de outubro? 

Não tenho idéia. Eu discoteco tudo na hora, não monto repertórios “infalíveis” em casa antes…. Cada festa é uma festa! Cada festa é algo único. Nunca mais eu fazer o mesmo set da noite passada… Mas um pouco de samba, de samba-rock e cumbia nunca falta nos meus sets.

Qual a importância do crescimento de eventos como esse, promovido pelo PE Nova Música, para o cenário da música autoral em Pernambuco?

Iniciativas como o PE Nova Música são louvaveis. Esse negócio da rapaziada correr atrás e fazer as produções sem grandes patrocínios e em uma cidade de público um pouco difícil de ir, pagar o ingresso, é bem legal. Espero que ocorram várias e várias edições!

PE Nova Música Apresenta – DJ 440

Publicado em

DJ 440 em entrevista ao programa Sopa de Auditório, de Roger de Renor

O dia 28 de outubro se aproxima e no blog do PE Nova Música continuamos a postar sobre as atrações que você verá no Mercado Eufrásio Barbosa. O DJ 440 já esteve presente na 2ª edição do Festival PE Nova Música, ocorrida em 13 de maio deste ano, e estará participando do projeto novamente, mais um motivo para você comparecer!

Juniani Marzani, conhecido como DJ 440 (lê-se Quatro Quatro Zero), é mais que DJ, é também pesquisador musical e produtor cultural, em Recife, é responsável pelo “Baile Tangolomango” que ocorre mensalmente no Bar Burburinho, em Olinda, comanda o “Terça do Vinil”, agora na Fábrica Bar, e ainda é cicerone do projeto “Reunião de Bacana”.

Ele atua na profissão desde 1997, é especialista em discotecar utilizando como matéria-prima a música popular brasileira. No entando, não limita-se em termos de ritmos, busca diferentes vertentes e estilos, como o samba e o carimbó, e explora especialmente a diversidade da música pernambucana.

Em agosto desse ano, sua mixagem “Nordeste Independente” foi destaque na publicação inglesa Sounds and Colours, que o elogiou por mostrar a riqueza e peculiaridade dos ritmos do Nordeste do Brasil, misturando como ninguém grandes influências do passado e do presente. “Nordeste Independente” conta com uma infinidade de ritmos e as músicas de artistas como Mestre Salustiano, Mundo Livre S.A. e Quarteto de Olinda. Para conferir todas as mixagens do DJ 440, clique aqui.

Logo abaixo, confira um vídeo de sua discotecagem ao vivo no Estúdio Oi novo Som, gravado em junho de 2010, no Fábrica Estúdio, em Recife.

Site | Facebook | Orkut | Twitter | Myspace

De Pernambuco para… Londres!

Publicado em

A Sounds and Colours, publicação inglesa para internet, é uma revista sobre música e cultura da América do Sul com o objetivo de gerar conhecimento sobre as diversas culturas da região, além dos estilos mais conhecidos como o tango e o samba.

Recentemente, a revista online elaborou o especial “Musica da Massa! New Sounds of Pernambuco” para tratar sobre o cenário atual da música no estado e ainda disponibilizar uma compilação de artistas e suas músicas. A Sounds and Colours descreveu Pernambuco como um dos epicentros musicais do Brasil, cheio de ritmos e tradições contagiantes como o caboclinho, o forró, o candomblé e o baião, e ainda citou o movimento manguebeat como inspiração para a nova geração de músicos.

O “Musica da Massa! New Sounds of Pernambuco” inclui artistas de projeção nacional como China e Mombojó e bandas que já se apresentaram pelo PE Nova Música, são elas: Bande Dessinée, Mamelungos de Recife e Magriffe.

Visite a página da Sounds and Colors! Para baixar o conteúdo completo, clique aqui.

%d blogueiros gostam disto: